Páginas

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Um Mercado da Ribeira "delicioso"

Diz a música que "no Mercado da Ribeira há um romance de amor entre a Rita que é peixeira e o Chico que é pescador". Acredito que existam, hoje em dia, outros casos sérios de amor lá por aquele mercado! É, pois, impossível não ficar enamorado pelas tasquinhas, pelos sabores, pelos cheiros, pelo próprio ambiente e por todas aquelas cores. Correndo o risco de soar demasiado cliché, o difícil é mesmo escolher. Tudo parece demasiado apetitoso para não ser opção, mas no fim há sempre uma escolha a fazer. Nós começámos com uma tábua mista: queijos, presunto e pão rústico.


Continuámos a desfrutar do repasto com duas escolhas tão diferentes mas, que no fundo, nos caracterizam tão bem:

Sushi&Sashimi da Confraria do Sushi para mim!

Bochechas de porco preto com puré e legumes do Henrique
Sá Pessoa para a Marta.

A acompanhar, para mim, um belo vinho maduro branco e uma cidra com gelo para a Marta! 




Pormenor do copo de vinho:
"Se me levares, eu grito!"



A ideia é da Time Out. Podem ver tudo aqui

Vista geral do Mercado.

A afluência à sexta-feira à noite é tanta que as pessoas
até se sentavam no chão!

O mercado da Ribeira é agora um mercado que nos cativa e nos prende, como um primeiro grande amor. E, por isso, ficar muito tempo sem voltar parece uma tarefa demasiado difícil para ser cumprida.  

L.