Páginas

terça-feira, 22 de julho de 2014

Ouvir nãos!

Admito que não lido muito bem com a rejeição. Tenho a certeza que ninguém gosta de ouvir Não’s, seja no que for na vida. Mas existem aquelas pessoas mais preparadas para as respostas negativas. Mais conformistas ou conformadas. Ou então aquelas que têm um espírito maior, uma força de viver diferente em que um não nunca é só um não, mas um “até depois”, um “vou fazer melhor”, um “um dia há-de ser um sim”. Também não sou extremista, não me deixo ir ao fundo quando falha a primeira braçada. Há muito rio a percorrer e a margem continua do outro lado. Mas preciso de alguns segundos para ganhar forças e voltar a nadar. Por isso, NÃO, não gosto nada de Não’s.  Falta-me o fôlego quando o Não vem mal explicado ou, pior, quando a explicação nem sequer existe... Aí, é mais difícil expirar. Recomeçar outra vez. O que vale é que de vez em quando, muito de vez em quando, avista-se terra.  E nadar volta a valer a pena.


L.